Ice Cream & Scoops

História do Sorvete

 

O sorvete é a sobremesa mais popular e de maior consumo no mundo.

A História do Sorvete é como um conto de fadas.

O maior consumo de sorvetes hoje em dia é na Europa, Estados Unidos e Nova Zelândia, os quais não são os pioneiros desta delicia.

Na verdade o consumo se iniciou, na África e Ásia, de forma muito rudimentar e trabalhosa, para ser industrializado muitos anos mais tarde nos Estados Unidos e na Europa..

Diz-se que sua origem esta relacionada a personagens bíblicos , quando no antigo testamento, Isaac ofereceu a Abraão leite de cabra misturado de neve e suco de frutas.

Foram os chineses, árabes, egípcios e romanos quem mais desfrutaram desta mistura.

Através deles propagou-se o costume pela Europa.

O imperador romano Nero enviava seus escravos à montanha em busca de neve para fabricação de sorvete.


Essa mistura adoçada com frutas, foi a sobremesa preferida de Julio César.

Para conservação soterravam as ânforas com frutas cobertas de neve, palha e madeira.
Nessa época tomar sorvete era um privilegio dos reis e dos mais ricos e influentes.
Um italiano descobriu que o gelo durava mais quando misturado com sal.

Marco Polo trouxe das suas viagens boas receitas de Oriente (China) para Sicilia (Itália).

Na Sicilia havia neve do vulcão Etna e muita fruta, especial para o aperfeiçoamento da receita. Por isto se diz que “ a Itália é o berço do sorvete no mundo”.

Quando Catarina de Médici casa-se com o futuro rei da França, Henrique II, manda sequestrar o famoso cozinheiro italiano “Ruggeri” com suas fabulosas receitas para levá-lo a Paris.

Ela queria destacar-se na corte da França com algo diferente nunca antes visto.

Depois de um tempo, o cozinheiro fugiu e voltou para Itália, deixando o segredo da receita do sorvete num envelope para a rainha Catarina.

Nas cortes da França e da Inglaterra, nos séculos XVI e XVII o sorvete era uma sobremesa de luxo utilizada para destacar-se e distinguir-se.
Carlos V da Inglaterra pagou uma pensão vitalícia, para o cozinheiro francês de sua corte não revelara a fabulosa receita do sorvete, porem, quando ele morreu a receita foi embora para América junto com os colonizadores.

Um cozinheiro francês adicionou à neve um pouco de leite, açúcar e frutas, que quando batido, se transformou no primeiro sorvete de leite.

O italiano, Francesco Procópio dei Coltelli ficou famoso em Paris com as melhores receitas de sorvete. Recebeu de Luis XIV uma patente real exclusiva para fabricar sorvete em sua cafeteria “Procope”.

Essa cafeteria tornou-se o ponto de encontro mais frequentado pelos grandes filósofos da época. Este lugar existe até hoje e fica na “Rua L’Ancienne Comedie” de frente com “Comedie Francaise”.

 

Em Wirmington, USA, a finais do século XVIII, Sallie Shadd, recentemente liberta (liberada da escravidão), se dedicou a misturar o creme congelado com açúcar e frutas, foi um êxito total. Se diz que é a mulher que deu forma ao sorvete nos Estados Unidos.

Nancy Johnson inventou o primeiro sorvete batido manualmente sobregelo com sal, e foi a sobremesa preferida na Casa Branca no ano de 1846 (o primeiro freezer manual). Em 1843 registrou-se a invenção como “Johnson Patent Ice Cream Freezer”.
(https://www.inventricity.com/nancy-johnson-inventor)

No século XVIII começou a fabricação de sorvete em USA. Jacob Fussel é conhecido como “O pai da indústria americana de sorvete” por ser o fundador da primeira fábrica industrial de sorvetes em Baltimore Mariland, no ano de 1851.

No local existe hoje uma placa memorial, do nascimento desta primeira fábrica.
Somente depois do ano de 1900 houve um desenvolvimento maior da indústria do sorvete.

O primeiro freezer continuo, para fabricação industrial de sorvete, foi invenção de “Clarence Vogt”. A patente é de 1930. (https://ticovogt.com/?p=1766)

Foi a partir do ano de 1926 que a fabricação de sorvete se espalhou por todo o mundo devido ao desenvolvimento industrial das produtoras de sorvetes que ficaram modernas.

A máquina picoleteira italiana modelo “Polo” deve seu nome ao navegador “Marco Polo”.

Os primeiros cones foram fabricados no ano de 1904, e os primeiros picolés no ano de 1921.

Em meados de 1920 o sorvete foi considerado como um alimento essencial, e desde então ficou conhecido popularmente.

 
dreamstime_l_97129581.jpg

Resumo

  • O primeiro homem que consumiu sorvete foi “Abraão”.

  • Os primeiros sorvetes eram uma mistura de neve, mel e suco de frutas.

  • A primeira “corrente de frio” foi a dos escravos descendo neve da montanha.

  • A palavra sorvete, vem da palavra árabe “sharbets”, que significa “neve doce”.

  • Sicilia foi importante para desenvolvimento do sorvete por sua fruta e neve.

  • Os italianos consideram seu pais como “o berço  do sorvete no mundo”.

  • O sorvete nos séculos XVII e XVIII foi somente para os reis e os mais ricos.

  • O segredo do sorvete chegou até a França por Catarina di Médici que levou seu cozinheiro italiano para se distinguir com a nobreza da França.

  • Os filósofos da época que se encontravam no Café Procope em Paris eram: Voltaire, George Sand, Balzac e Victor Hugo.

  • A primeira fabricação industrial foi em USA no ano de 1851 com Jacob Fussel.

  • O país, com maior consumo per capita de sorvete, no mundo em 2019, foi a Nova Zelândia, com  28,4 Litros por habitante

  • O consumo de sorvete per capita no Brasil é na atualidade de 5,77 Litros por habitante.

 

PABX: (11) 4616-9524

Rua José Menino n°305 - Pq. Rincão - Cotia

  • Facebook
  • Instagram

©2020 por Saint Luiger